Os primeiros passos do imigrante recém-chegado ao Canada

Os primeiros passos do imigrante recém-chegado

 

Quando a gente decide morar em outro país, leva em consideração vários fatores como violência e criminalidade, corrupção e impunidade, situação econômica e distribuição de renda e saúde pública. Decidir deixar o Brasil para viver no Canadá levou em conta tudo isso. Acredito que a maioria das pessoas pense exatamente sobre esses aspectos quando decide deixar seu país e imigrar.

Violência e criminalidade acontecem, sim, no Canadá, mas, sob o ponto de vista paulistano, acontecem em volumes e proporções risíveis. Não me lembro de ter ouvido e/ou visto algo sobre assaltos e latrocínios em Toronto – apesar de estar ciente de que ocorram. É saber que o perigo é tão menor que faz com que possamos andar pelas ruas da cidade, pegar transporte público ou parar o carro num cruzamento deserto no meio da madrugada com muito mais tranquilidade. Realmente é uma sensação libertadora.

Mas nem tudo são flores, e a não ser que se tenha a vida ganha, é preciso encontrar uma forma de ganhar a vida por aqui. Em geral toda a experiência e peso que nosso passado profissional tinha no Brasil não conta tanto por aqui. Então é começar a procurar emprego… mas do jeito canadense!

Primeiro passo para o novo imigrante, por aqui chamado de newcomer, é se registrar junto a um escritório de recém-chegados, os famosos settlement offices. Há uma infinidade deles, mas eu acabei me registrando junto à YMCA. Eles dão orientação sobre tudo o que o recém-chegado precisa saber e fazer para começar a vida por aqui. Indicam onde e como fazer o SIN, que é o seguro social, o OHIP, que é o plano de saúde da província de Ontário, e até mesmo um teste de nível de inglês para que se possa estudar o idioma – com custos cobertos integralmente pelo governo.

Uma vez “estabelecido”, o newcomer começa a buscar seu primeiro emprego. E, para isso, se registra junto a um escritório de orientação e recolocação profissional, ou osemployment offices. Alguns são maiores que outros, mas o importante é se registrar junto aos que são credenciados pelo governo, assim o recém-chegado não precisa pagar por esse auxílio. Confesso que ainda não dei esse passo, mas estou me programando, afinal, eles oferecem avaliação gratuita de currículo, programa de aconselhamento – oumentoring, e treinamento para entrevista de emprego. Eu acabei baixando um modelo de currículo canadense pela internet e enviando para alguns lugares. O resultado ainda não foi muito frutífero, então recomendo passar pelo employment office para dar uma turbinada na procura.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s